Skip to content

Saúde, VIH/SIDA e nutrição em Moçambique

Mais de metade da população moçambicana vive na pobreza. Apenas 36% da população têm acesso a cuidados de saúde. A esperança média de vida é de cerca de 50 anos e 11-12% dos moçambicanos estão infectados com HIV/SIDA. Moçam-bique está na cauda da lista do Índice de Desenvolvimen-to Humano, na 165ª posição entre 169 países.

Embora isso possa parecer triste, as tendências mostram, ainda assim, que se estão a fazer progressos, e isso dá-se sobretudo devido ao enfoque nos factores subjacentes que contribuem para uma melhor saúde, como sejam melhorar o acesso das mulheres aos serviços de saúde, especialmente durante a gravidez e o parto; combater a desnutrição, especialmente em crianças menores de 2 anos; e combater o HIV/SIDA, especialmente com enfoque nos grupos vulneráveis – tudo áreas em que Moçambique tem muito a ganhar.

No total, 44 procent de crianças menores de 5 anos são desnutridos crônicos, que é a taxa mais elevada na África Subsaariana, o equivalente a 1,7 milhões de crianças. Desnutrição crônica, que é irreparável após 2 anos de idade, é um grande obstáculo para o desenvolvimento cognitivo ea capacidade de aprendizagem das crianças. Estima-se que ela reduz o rendimento tempo de vida em 10%, o que resulta numa redução de 2-3 procent de PIB. A desnutrição de mulheres em idade reprodutiva é aparente, como mais de 50 procent sofrem de anemia e 16 procent dar à luz crianças com baixo peso ao nascer.

Estima-se que 1,4 milhões de moçambicanos estão infectados com SIDA, que deixou 510.000 crianças órfãos. Neste momento, 250.000 pessoas estão recebendo anti-retroviral, prolongar a vida medicin, mas isso só cobre cerca de 38 procent das pessoas em necessidade e custa 56 procent do orçamento da saúde.

Estamos agora na quarta fase do programa quinquenal dinamarquês para a saúde e HIV/SIDA. O nosso trabalho quotidiano assenta em experiências e resultados obti-dos durante as fases anteriores (HSPS Fase I - III) e baseia-se sobretudo em muitos anos que a Dinamarca tem de experiência de trabalho neste sector, em que tem sido uma nação pioneira na inovação e tem contribuído significativamente para promover a planificação e a montagem de sistemas, como sejam a criação de sistemas finan-ceiros e de planificação de recursos humanos e monitoria.

Embaixada da Dinamarca
Tel: +258 2148 0000
Fax: +258 2148 0010
E-mail: mpmamb@um.dk